Quais são os fatores de risco para suicídio?

O suicídio é um fenómeno transversal a toda a comunidade. Todos pensamos na morte, isso é natural, a morte faz parte da vivência do ser humano. Não é correto estabelecer relações diretas entre um suicídio e um determinado acontecimento de vida negativo (divorciar-se, ser despedido, ser diagnosticado com uma doença grave, …). 

Habitualmente conseguimos identificar vários fatores de risco nas pessoas que morreram por suicídio. A tensão ou o trauma gerados por um dado acontecimento varia de pessoa para pessoa. Depende da sua experiência e da forma como consegue lidar com essas situações.

A presença de múltiplos fatores de risco não implica que uma pessoa tente o suicídio, mas conhecer estes fatores pode permitir oferecer ajuda atempadamente.

Fatores de risco para suicídio

  • Ser homem;
  • Ter mais de 45 anos;
  • Ter pensamentos ou planos de suicídio;
  • Ter acesso facilitado a meios para se magoar;
  • Ter já tentado o suicídio;
  • Conhecer alguém que se tenha suicidado;
  • Estar isolado/não ter uma rede de suporte;
  • Ter doença mental;
  • Ser impulsivo/ter tendência para agir sem pensar;
  • Ser viúvo, divorciado ou solteiro;
  • Abuso de álcool e/ou drogas;
  • Ter uma doença grave ou limitativa;
  • Não ter esperança no futuro.

Fatores protetores para suicídio

  • Ter apoio de familiares, amigos, colegas de trabalho e outras pessoas significativas;
  • Ter sentido de responsabilidade pela família;
  • Ter capacidade para resolver problemas e adaptar-se à mudança;
  • Ter autoestima e planos para o futuro e satisfação com a vida;
  • Ter crenças religiosas, culturais ou morais que desencorajam o suicídio;
  • Ter acesso a serviços de saúde.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Mais recursos

Mitos sobre o suicídio

Falsas informações podem impedir as pessoas de procurar a ajuda colocando-se potencialmente em risco. Desmistificá-las contribui para uma sociedade mais informada.

Ler mais