laço_largo

Dia Mundial da Prevenção do Suicídio

Vamos criar esperança

O suicídio corresponde a uma em cada 100 mortes em todo o mundo. Todas as mortes por suicídios são devastadoras e têm um impacto profundo em todas as pessoas ao seu redor.

Ao consciencializar a população, reduzir o estigma em torno do suicídio e ao encorajar ações bem informadas, podemos diminuir o suicídio em todo o mundo.

O Dia Mundial da Prevenção do Suicídio é uma oportunidade para aumentar a consciencialização sobre suicídio e promover ações por meios que irão reduzir o número de suicídios e tentativas de suicídio em todo o mundo.

“Vamos criar esperança” é uma chamada de atenção para o facto de existir uma alternativa ao suicídio e visa inspirar confiança em todos nós. As nossas ações, não importa quão grandes ou pequenas, podem dar esperança a quem está a sofrer.

A prevenção do suicídio é possível e cada um de nós pode ser um elemento-chave nessa prevenção. Agindo pode mudar a vida de alguém nos seus momentos mais sombrios – como membro da sociedade, como pai, mãe, como um/a amigo/a, como colega ou vizinho/a. Todos nós podemos desempenhar um papel no apoio àqueles que estão a passar por uma crise suicidária ou aos que estão de luto por alguém que morreu por suicídio. 

Os pensamentos sobre suicídio são complexos. Os fatores e causas que levam ao suicídio são múltiplos e não existe nenhuma abordagem única que funcione para todos. 

O que sabemos é que existem fatores e eventos de vida, além de condições relacionadas com a saúde mental (depressão, ansiedade, …) que podem tornar alguém mais vulnerável ao suicídio e também podem ser fatores contribuintes. 

As pessoas com pensamentos de suicídio podem sentir-se como um fardo para os seus amigos, família e outras pessoas à sua volta e sentirem-se sozinhas e sem opções. 

A pandemia por covid-19 contribuiu para aumentar a sensação de isolamento e vulnerabilidade. Podemos auxiliar as pessoas com pensamentos suicidas ouvindo-as, dizendo que nos importamos e queremos apoiá-las – criando esperança.

Cada um de nós pode ajudar a dar esperança a alguém, mostrando que se importa. Todos nós podemos desempenhar um papel, não importa o quão pequeno seja. Podemos não ter a certeza das nossas ações, mas elas podem fazer a diferença. Todos nós podemos chegar e perguntar a alguém se está tudo bem. Só é preciso mostrar-se disponível, ter tempo para ouvir alguém e dar espaço para essa pessoa falar sobre as suas experiências de angústia ou pensamentos suicidas. Uma conversa de circunstância (sem juízos de valor) pode salvar vidas e criar uma sensação de conexão e esperança em alguém que pode estar a passar por dificuldades.

O estigma é a maior barreira para a procura de ajuda. Mudar a narrativa à volta do suicídio pela promoção da esperança pode criar uma sociedade mais compassiva, onde quem tem necessidade se sinta mais à vontade para pedir ajuda. Todos nós podemos fazer algo para viver num mundo onde o suicídio é reconhecido e todos podemos fazer algo para ajudar a evitá-lo.

As histórias de pessoas com experiências suicídio podem ser extremamente poderosas para ajudar outras pessoas a entender melhor o suicídio e encorajar as pessoas a apoiarem alguém e os indivíduos a procurarem ajuda para si. É muito importante que a pessoa que compartilha a sua história saiba como fazê-lo de uma forma segura para ela e para aqueles que ouvem sua história.

O relato na primeira pessoa de alguém que passou por um sofrimento emocional significativo, pensamentos suicidas ou tentativa, e as suas experiências de recuperação podem inspirar esperança nos outros. Pode mostrar que é possível ultrapassar esse período de sofrimento ou crise, e os seus conselhos podem ajudar os outros a entender o que significa ter pensamentos de suicídio e como podem lidar com eles.

Indivíduos que compartilham experiências de luto por suicídio e como viveram seu “novo normal” podem ajudar outras pessoas em situação de perda por suicídio a compreender a devastação do suicídio e acreditar que serão capazes de sobreviver e viver a perda.

Ao incentivar a compreensão, alcançar e compartilhar experiências, queremos dar às pessoas a confiança para agir. Prevenir o suicídio exige que nos tornemos um farol para aqueles que sofrem.

Dia 10 de setembro é o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio. Junte-se a este movimento. Vamos criar esperança.

Iniciativas do Dia Mundial da Prevenção do Suicídio