As pessoas LGBTI têm um risco mais elevado de suicídio?

Sim.

Esta população encontra-se em situação de discriminação, opressão, vitimização e exclusão social, sendo comumente alvo de violência verbal, física, e de grande estigma – principalmente a população transsexual e trangénero.

O período do “coming out” – ato de assumir perante os outros a identidade sexual – pode apresentar maior risco, especialmente em idades mais precoces.

A não aceitação da família, a perda de relações, e a associação com depressão e consumo de substâncias são fatores que contribuem para o aumento do risco de suicídio nesta população.